* Autoconhecimento x autoestima

*Por Edla Zim

No Mito da Caverna, escrito por Platão entre 370 e 380 A.C., os seres humanos viviam acorrentados em uma caverna escura. Sem enxergar a realidade dos fatos, acreditavam em uma única verdade.

Ao ver uma mulher ser agredida, verbal ou fisicamente, tal alegoria, escrita quase 400 anos antes de Cristo, me vem à mente.

O que faz uma mulher pensar que exista só aquele mundo de escuridão? O que faz esta mulher ficar sentada e acorrentada?  Medo? Ignorância? Fragilidade?

Fazendo uma retrospectiva de 1930, é possível analisarmos que as mulheres nascidas naquela época, já não eram acorrentadas, mas ainda assim, viviam à sombra de seus pais, irmãos, escondidas também por uma mãe que viveu sob o jugo do marido.

O tempo foi passando e algumas correntes foram quebradas. Algumas mulheres foram levantando e percebendo que sombras e sons, já não eram tão assustadores. Desta forma, ajudaram outras mulheres. As que conseguiram sair da caverna inspiraram outras, que inspiraram outras.

O empoderamento, expressão tão valorizada hoje, se deu a partir de cada passo, de cada avanço, até conseguirmos ver a luz e conhecermos outras verdades. E porquê, mesmo assim, muitas mulheres ainda vivem num mundo subterrâneo? Porquê sofrem agressões físicas e psicológicas? Pior ainda, porquê muitas ainda assassinadas?

Sabemos que não somos ignorantes, tão pouco frágeis. O medo é o atual limitador e nos impede de seguir em frente. Já aautossabotagem, tem explicações psicológicas.

O autoconhecimento talvez seja a chave da autoestima. Perguntas tais como: Quem eu sou? O que quero?Quanto posso? A pergunta “quem eu sou? ”, talvez não nos liberte da prisão, mas saber o que queremos, pode mudar toda uma história.

A autoestima nos faz sair da caverna, ver a luz, conhecer outras verdades. Conhecendo a verdade, crescemos, evoluímos e inspiramos a ponto de enfrentarmos juntas, o medo e a violência.

 

ivanacoluna* Edla Zim é Graduada em Administração de empresas, Relações Públicas e Publicidade e Propaganda. Possui Pós Graduação em Gestão Empresarial e Recursos Humanos. Atuou quase 40 anos no mercado, dos quais 30 anos na empresa Tracebel Energia. Mas foi na família, que Edla conquistou sua maior formação e transformação. Palestrante de diversos temas voltados ao comportamento humano, família, mulheres, empresas e jovens.  

Saiba mais sobre Edla Zim clicando aqui

Get a free blog at WordPress.com Theme: Fusion by digitalnature.