*O frio que me deu uma força!

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                        *Por Edla Zim
Um comentário de uma amiga sobre uma foto da minha casa, me trouxe uma reflexão.
Quantas vezes deixamos que as críticas ou brincadeiras nos desmotivem? Quantas vezes, não seguimos em frente com nossos sonhos ou pequenos desejos porque nos
confrontamos com alguém que pensamos ser mais forte ou mais inteligente que nós? Mesmo que o motivo desta narrativa seja simples, a essência não é, com toda certeza.
Nos autossabotamos com frequência. E isto faz mal para nossa saúde e para nossa autoestima,
especialmente. Mas vamos ao “causo” que me levou a pensar desta forma.
Sempre quis comprar pelegos pra casa, mas parecia que pelego não combinava com litoral.
_ É muito quente. Aqui não faz tanto frio. Precisa nevar pra poder usar. E tantos outros argumentos que me faziam desistir da ideia.
Numa ida a Canela no mês de julho eu não resisti e comprei o tal do pelego. Naquela altura eu já nem queria saber se combinava ou não, se usaria ou não. Eu simplesmente entrei na loja e falei:
_Moça, eu quero quatro pelegos.
_Quatro, princesa? Pra quê quatro? Perguntou meu marido.
_ Porque eu quero meu amor.
Lá foi ele com aquele embrulho enorme e eu bem faceira atrás dele, justificando a compra pela promoção que a loja estava fazendo. Bem comum não?
Chego em casa e pra contrariar ainda um pouquinho, resolvo levar os pelegos pra praia.
_Pra praia princesa? Por quê não aqui em casa? Perguntou meu marido.
_Porque eu quero meu amor.
Silêncio absoluto
Cheguei na praia e arrumei tudo como eu sonhava. Achei a combinação perfeita. Praia com pelego. Nos meus sonhos, uma linha tênue entre o frio e o calor.
Parecia uma arquiteta ou design de interiores, que já tinha o projeto na prancheta.
_Não é que ficou bonito? Pena que logo vai esquentar, disse meu marido.
Não precisei falar. Meu olhar enviesado já dizia tudo. Estamos em dezembro e o friozinho me deu uma força. Fico faceira quando falam…” que legal!.. Gostei…Muito bom… Nossa que bonito!”
Então quando li no insta da minha amiga que aquele espaço lhe trazia um desejo enorme de
sentar e ler um livro, tive certeza da escolha certa. E você já passou por algo parecido?

 

ivanacoluna* Edla Zim é Graduada em Administração de empresas, Relações Públicas e Publicidade e Propaganda. Possui Pós Graduação em Gestão Empresarial e Recursos Humanos. Atuou quase 40 anos no mercado, dos quais 30 anos na empresa Tracebel Energia. Mas foi na família, que Edla conquistou sua maior formação e transformação. Palestrante de diversos temas voltados ao comportamento humano, família, mulheres, empresas e jovens.  

Saiba mais sobre Edla Zim clicando aqui

Get a free blog at WordPress.com Theme: Fusion by digitalnature.